Rinomodelação

Tudo o que você precisa saber sobre

a Rinoplastia não-cirúrgica

O que é a Rinomodelação?

   Essa é uma técnica de preenchimento nasal que visa corrigir imperfeições do contorno nasal, aquele "ossinho" (giba óssea), melhorar o desenho da ponta nasal ou mesmo corrigir imperfeições de rinoplastias anteriores.

   A principal indicação da técnica é quando a insatisfação do paciente está relacionada a problemas de formato do nariz. O procedimento ainda pode apresentar resultados satisfatórios em relação à projeção da ponta. Basta entender o que um pequeno volume de produto aplicado no lugar correto pode fazer e, nas mãos de cirurgiões plásticos experientes, o resultado será semelhante ao de uma rinoplastia.  

   Demandas mais complexas, como saliência do osso nasal exagerada ou largura do mesmo, exigirá a realização de uma rinoplastia de fato, pois será necessário fraturar o osso do nariz para que os resultados almejados sejam obtidos. No entanto, o preenchimento de nariz é útil em diversas situações.

Como é feita a Rinomodelação?

   Após a consulta, com o entendimento do desejo do paciente, avalio o contorno e o perfil da face. Alguns pontos serão escolhidos e a substância preenchedora é aplicada com o uso de anestesia local. Algumas vezes pode ser necessária mais de uma aplicação, principalmente em pacientes com pele resistente e que exijam mais volume, já que não devemos injetar com muita pressão e sempre em pequenos volumes. A técnica é rápida e praticamente indolor. 

   Após o procedimento deixo um curativo (microporagem cor da pele) com a finalidade de modelar e manter o produto bem posicionado e sem edema. Orientamos não manipular o nariz e dormir de barriga para cima por duas noites. Ainda que a recuperação da rinomodelação seja simples, não é indicado ao paciente ter qualquer trauma no local da aplicação, usar óculos no local da injeção, realizar exercícios físicos no mesmo dia ou expor-se ao sol. Apesar de incomuns, caso o paciente apresente dor, dificuldade na visão ou palidez na pele após a rinomodelação deve informar imediatamente ao médico responsável. 

Quais as indicações?

   Pacientes insatisfeitos com o perfil nasal e que não desejam realizar uma rinoplastia, mas estejam conscientes dos resultados temporários na rinomodelação e pacientes que apresentam pequenos defeitos de uma rinoplastia prévia.  

 

Qual a substância utilizada no preenchimento nasal?

   Sempre, sempre, sempre o ácido hialurônico. Essa é uma substância produzida naturalmente pelo organismo e que tem a produção reduzida com o avançar da idade. 

       Essa substância é segura, absorvível e tem antídoto. Jamais permita que seja injetado um material não absorvível em seu rosto. 

Quanto tempo dura?

   Em torno de 12 meses.

Quais são os riscos?

   Como todo procedimento, a rinomodelação não está isenta de complicações. A mais temida, a oclusão de vasos com a necrose de tecidos, pode ser evitada com excelência técnica e conhecimento anatômico. A indicação é a de que a técnica seja realizada por um cirurgião plástico experiente neste assunto, que, além de conhecimentos mais aprofundados sobre a anatomia facial, também tem autorização para usar as substâncias de preenchimento e conhecer as características de cada uma delas.

Existem contraindicações à Rinomodelação?

   Ao entender o que é rinomodelação é possível identificar que a técnica é recomendada para alguns casos, mas contraindicada para outros.

Em geral, não devem se submeter ao procedimento pacientes que tenham alergia ao produto usado ou qualquer componente da fórmula. Gestantes e lactantes também estão no grupo de contraindicados devido não haver estudos o suficiente que comprovem a segurança da técnica nesses casos.

Pessoas com doenças autoimunes ou que estejam com lesões ativas no local da aplicação também não devem ser submetidas ao tratamento. Caso esteja com infecções ou resfriado recomenda-se aguardar a melhora do quadro de saúde. 

Quais as insatisfações que a técnica corrige?

resultado é alcançado imediatamente sem a necessidade de cortes ou internação. Essa técnica permite algumas melhorias como:

  • deixar a aparência da ponta  do nariz mais empinada;

  • disfarçar a giba nasal;

  • corrigir assimetrias 

  • alongar um nariz curto;

  • corrigir imperfeições de rinoplastias prévias.

Preciso me afastar do trabalho?

   Não. No entanto, é recomendado evitar a exposição solar e não fazer massagens no nariz nos primeiros dias depois de realizada a técnica.

As consultas com seu cirurgião plástico são fundamentais para a indicação dos procedimentos adequados, explicações sobre os possíveis resultados e suas restrições, avaliação de exames pré-operatórios e de sua saúde geral. Marque uma consulta com a Dra. Maíra Scapolan e esclareça suas dúvidas:

(011) 3887-5596

(011) 3885-7218

(011) 99168-7310

_edited_edited.jpg