Cirurgia da Face (Ritidoplastia/Facelift)

  

     Os termos técnicos que usamos para a cirurgia de face são “lifting facial”, “facelift” ou “ritidoplastia” – esse último proveniente de rítides, sinônimo de rugas. Além da predisposição genética e do efeito da gravidade, alguns fatores contribuem para um envelhecimento precoce como a grande exposição ao sol, tabagismo, estresse e uma musculatura facial muito ativa, provocando rugas no rosto. Esse processo resulta na má qualidade da pele e nos tecidos sendo gradualmente deslocados para baixo, culminando com volume na parte inferior da bochecha (popularmente conhecido como "buldog" ou “jowls”), perda de definição da mandibular, sulco naso-labial marcado ("bigode-chinês"), ausência de preenchimento na região malar ("maçã do rosto" caída) e “papada” (queixo duplo) no pescoço, além sobrancelhas caídas e pálpebras com excesso de gordura e pele.    

 

    A técnica cirúrgica evoluiu muito nas últimas décadas. No passado (por volta dos anos 70), a preocupação dos cirurgiões era a de remover o excesso de pele apenas, tendo como resultado a face esticada e estigmatizada. Nos dias de hoje, muito já se sabe sobre a complexa anatomia da face e o método atual visa reposicionar bolsas de gordura, readequar tecidos conectivos, reposicionar e fixar músculos e retirar o excedente de pele da face e do pescoço, para um rosto jovial e natural. Dependendo do caso, realizamos a injeção de gordura em áreas que perderam volume, o que ajuda no processo de rejuvenescimento. As incisões cirúrgicas são feitas ao redor da orelha, abaixo do queixo e, as vezes, no couro cabeludo, o que permite ter acesso a praticamente o rosto inteiro, e deixam cicatrizes muito discretas, escondidas em pregas naturais da pele. 

     Uma alternativa para quem tem alteração apenas no terço inferior (região abaixo da boca), principalmente a “papada”, é o Mini-Lifting. Com essa cirurgia o tempo de recuperação e o tempo de retorno às atividades são menores. 

    A ritidoplastia pode ser realizada, quando necessário, em conjunto com outros procedimentos, como a cirurgia do nariz e blefaroplastia de pálpebras superiores e inferiores. É precedida de anestesia geral e tem duração de aproximadamente 5 horas. O paciente deverá manter repouso por 2 semanas. Exercícios físicos leves após 1 mês.

      As consultas com seu cirurgião plástico são fundamentais para a indicação dos procedimentos adequados, explicações sobre os possíveis resultados e suas restrições, avaliação de exames pré-operatórios e de sua saúde geral. Marque uma consulta com a Dra. Maíra Scapolan e esclareça suas dúvidas:

(011) 3887-5596

(011) 3885-7218

(011) 99168-7310

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle

© 2019 por Dra. Maíra Benito Scapolan - CRM-SP: 146.355. São Paulo - SP, Brasil. Todos os direitos reservados.

  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle
  • YouTube - Grey Circle